TBT BCN: A história da Igreja Matriz de São Joaquim - Blog Coisa Nossa

O PORTAL DA TERRA DA ROMARIA! São Joaquim do Monte-PE

TBT BCN: A história da Igreja Matriz de São Joaquim

Compartilhe isso!

Um templo que chama atenção de quem chega na cidade, um local cheio de história e que nos encanta com sua arquitetura imponente. A Matriz de São Joaquim é tema no nosso TBT desta quinta-feira



  O marco zero de São Joaquim do Monte, o local que viu a cidade surgir e se tornar a Terra da Romaria. A Igreja Matriz de São Joaquim é simbolo da fé, da história e riqueza cultural de todo o nosso município. Mas, você sabe como ela surgiu? Sabe como ela se tornou tão diferente das demais Igrejas da região? Se não, vamos desvendar uma parte esquecida da nossa história, com relatos que já possuem mais de 100 anos. 

 Em 1894 surgiu a primeira capela dedica a São Joaquim, por sugestão do Padre Joaquim da Cunha, os fieis homenagearam para padroeiro da comunidade o pai de Nossa Senhora. No ano de 1908 foi ampliada a capela que foi se arrastaram lentamente até a chegada do Frei Epifânio, que com sua determinação foi o diferencial para dar passos gigantes até a criação da paróquia. 

 A Obra da ampliação da capela foi encerrada no ano de 1915. Em 06 de Janeiro de 1916, foi inaugurada a Igreja de São Joaquim, pelo Frei Epifânio, porém ela ainda era pertencente a Paróquia de Bonito.  Frei Epifânio iniciava uma das mais antigas tradições da cidade, com a inauguração da igreja teve inicio também a tradicional Festa de Reis. Frei Epifânio com sua determinação, ainda conseguiu fazer com que mais um fieis entrasse em nossa história José Vitorino de Carvalho presenteou a Igreja com o Altar Mor em mármore de imponência retumbante.  E além do Alta Mor, José Vitorino fez outras doações à Igreja. Documentos listam os Anjos Adoradores e outros objetos sacros



 Em 1942 chegava em São Joaquim o Padre Clímaco, ele se tornava o 10º  sacerdote a passar pela paróquia. Durante administração do Padre Clímaco a Matriz ainda não era como conhecemos hoje, possuía as mesmas paredes do tempo de Frei Epifânio. Sem a torre, o sino era colocado numa janela ao lado do Coro. Não possuía também a Sacristia e nem a Secretaria Paroquial. Nem o destaque para os altares existia naquela época. 

 Para a construção da Sacristia, Secretaria Paroquial e a Grande Torre foi solicitado uma planta que foi feita pelos arquitetos da Igreja – Engenheiro Padre Herculano. Assim foi  iniciada a obra. . A benção da primeira pedra da reforma, se deu em 08 de setembro de 1945. No alicerce da torre forram deixada uma mensagem escrita pelo padre e uma cédula de dez cruzeiros. A construção foi iniciada em oito de Setembro de 1945.  E o resultado da reforma foi um dos mais belos templos católico da região, uma igreja diferenciada que encanta por sua história e por sua arquitetura. 





Blog Coisa Nossa Pernambuco
TBT - A História da Igreja Matriz
Por: Antônio Oliveira
06 de Agosto de 2020
Por: Antônio Oliveira

Nenhum comentário: