IGREJA: Estamos no meio da tempestade, mas Cristo está conosco no barco

Ao refletir sobre a difícil situação que a humanidade atravessa por causa da epidemia do coronavírus, o cardeal Angelo Comastri recorda que somos frágeis e vulneráveis, e a nossa única força é Jesus. O amor recíproco coloca-nos em comunhão com Deus e nos faz feliz.




 Nas tempestades da vida, nos momentos de desorientação, o homem não pode contar apenas com as próprias forças. É preciso ter fé e recordar que Deus pode nos “salvar de todas as tempestades”. As palavras do cardeal Angelo Comastri, arcipreste da Basílica de São Pedro, estão ligadas com a atual realidade que apresenta um mundo chocado por uma epidemia que está causando milhares de vítimas.

 Em relação à situação da Igreja este momento, me vem em mente um episódio narrado por Mateus, Marcos e Lucas sobre a tempestade no Mar da Galileia. Os evangelistas contam que um dia atravessavam o Mar da Galileia de barco e Jesus senta-se na parte posterior do barco. Em particular o diz São Marcos que repete as catequeses de São Pedro. Jesus estava na parte de trás e se adormenta propositadamente. Enquanto Jesus repousa, veio uma ventania tão forte que as ondas se jogavam dentro do barco; e este se enchia de água. Os apóstolos ficaram com medo. Acordaram Jesus dizendo: “Senhor, salvai-nos estamos afundando”. Jesus acordou, levantou-se e repreendeu o vento e o mar. O vento parou, e fez-se a calmaria. 

 “Por que sois tão medrosos? Ainda não tendes fé?” Temos que recordar sempre que Deus está acima das tempestades, que Deus pode nos tirar de todas as tempestades, desde que tenhamos fé e abramos nosso coração a Ele. Padre Divo Barsotti, um grande sacerdote, disse um dia que o verdadeiro perigo para a Igreja, o verdadeiro risco para a Igreja, é a superficialidade da fé ou a falta de fé. Não foi por acaso que Jesus disse: quando o filho do homem retornar, encontrará ainda fé sobre a terra? É uma boa advertência, é um convite para crescer na fé.

Blog Coisa Nossa Pernambuco
Com informações: Vatican News

Postar um comentário

0 Comentários