LUZ DO MUNDO: Sebastião não se cala nem mesmo com as flechas

 A fé de São Sebastião o levou ao martírio, denunciado, o soldado não negou sua fé e isso o levou a morrer por amor a Cristo. 



 Tornando-se defensor da Igreja, e mesmo sendo soldado se transformando em um consolador dos cristão que eram presos, como vimos na primeira parte deste especial. Sebastião foi denunciado ao Imperador Diocleciano,  apóstata denunciou-o e ele foi levado diante ao imperador, que estava muito decepcionado com ele por se sentir traído. Mas esse santo deixou claro, com muita sabedoria, auxiliado pelo Espírito Santo, que o melhor que ele fazia para o Império era esse serviço; denunciando o paganismo e a injustiça.

 São Sebastião, defensor da verdade no amor apaixonado a Deus. O imperador, com o coração fechado, mandou prendê-lo num tronco e muitas flechadas sobre ele foram lançadas até o ponto de pensarem que estava morto. Mas uma mulher, esposa de um mártir, o conhecia, aproximou-se dele e percebeu que ele estava ainda vivo por graça. Ela cuidou das feridas dele. Ao recobrar sua saúde depois de um tempo, apresentou-se novamente para o imperador, pois queria o seu bem e o bem de todo o Império. Evangelizou, testemunhou, mas, dessa vez, no ano de 288 foi duramente martirizado.

 Hoje Sebastião é devotado em todo o mundo, seu exemplo de fé e amor a Cristo o rendeu o título de padroeiro de inúmeras cidades e igrejas. Um Soldado de Cristo, que teve valor e amor que são difíceis de achar em nossa época. São Sebastião, rogai por nós.



Blog Coisa Nossa Pernambuco
Por: Antônio Oliveira
Fonte: Canção Nova.

Postar um comentário

0 Comentários