Mural de Avisos

O BLOG DA TERRA DA ROMARIA! São Joaquim do Monte-PE-

Recentes

Prefeito de São Joaquim do Monte, Agreste, justifica fechamento de Escolas, com destaque à comunidade do Cajueiro

Joãozinho Tenório garantiu que o fechamento de escolas multisseriadas  vai elevar a qualidade de aprendizado, pois no modelo existente, estudantes de várias séries ocupavam um mesmo espaço, atrapalhando o rendimento. BCN Imagem
O Chefe do Poder Executivo Municipal da cidade de São Joaquim do Monte, no Agreste pernambucano utilizou as redes sociais para esclarecer o fechamento de unidades escolares municipais localizadas na Zona Rural do município.
De acordo com a nota, nas chamadas “escolas de turmas multisseriadas”, o educador atenderia, num só espaço e horário diferentes séries, prejudicando o aprendizado. O gesto municipal usou por base pesquisas qualitativas  efetuadas na rede. Os alunos dessas escolas serão atendidos em unidades educacionais de distritos e sede. Sobre a questão do transporte dos alunos, o texto ressalta que já é feito o descolamento da comunidade para a escola. “Ressaltamos que o transporte escolar está organizado para pegar os estudantes na sua comunidade, conduzi-los até a escola e transportá-los de volta às suas residências”, explica o texto.
O prefeito Joãozinho Tenório ainda lembrou que escolas com turmas multisseriadas tiveram atividades paralisadas em 2017 e registraram importante evolução na qualidade do aprendizado e satisfação dos estudantes. “Assim será percebido pela comunidade assim atendida esse ano”, reforça o gestor.

Confira a nota na íntegra:
Pensando melhor em nossos estudantes e atendendo orientações, escolas municipais multisseriadas paralisarão suas atividades em 2018. Nas escolas de turmas multisseriadas, em um só espaço e horário, o educador atendia a estudantes de 07 séries diferentes: Pré-escola I e II, 1º, 2º, 3º, 4º e 5º anos do Ensino Fundamental. Avaliações externas apontam um déficit de aprendizagem muito grande nestas turmas, ao passo que pesquisas comprovam que o tempo de aprendizagem destes estudantes é muito inferior ao que deve ocorrer e pode ser oferecido dentro de uma única série, ou seja, restava aos estudantes, no máximo 40 minutos de atendimento pelo educador, fato que não ocorre em salas seriadas, pois todos os estudantes são da mesma série. Assim a recomendação de atender em turmas seriadas vem ocorrendo em todo território nacional, como pode ser observado em municípios vizinhos quase a inexistência de turmas multisseriadas.
Desta forma, pensando primordialmente em nossos estudantes e não havendo justificativas para o não atendimento dos mesmos em turmas seriadas, os acolheremos da melhor forma possível nas Escolas Municipais da sede e distritos. Ressaltamos que o transporte escolar está organizado para pegar os estudantes na sua comunidade, conduzindo-os até a escola e transportá-los de volta às suas residências. As equipes gestora e pedagógica também estão solicitadas ao acolhimento e acompanhamento carinhoso de sempre. Assim, estaremos respeitando o direito de aprendizagem dos nossos estudantes.
Registramos com muita responsabilidade, que em apenas um ano já colhemos depoimentos de total satisfação dos pais e responsáveis das Escolas com turmas multisseriadas paralisadas em 2017. Depoimentos de professores registram grande evolução e melhores resultados de aprendizagem dos estudantes que participam de turmas seriadas e a satisfação dos estudantes é evidente, percebendo que estão sendo bem preparados para a vida e para o mercado de trabalho. Certamente, também isto será percebido pela comunidade assim atendida neste ano, pois acima de tudo sabe-se que pais, educadores e o todos nós queremos o melhor para os filhos e estudantes.

Entenda o Caso
Pais e responsáveis de alunos da comunidade do Cajueiro, comunidade Rural de São Joaquim do Monte se mostraram insatisfeitos com o fechamento do Grupo José Batista de Souza, localizado na comunidade. Ainda se mostraram preocupados com o transporte dos alunos para a sede do município, levando em consideração a idade dos estudantes e a necessidade de um acompanhamento no descolamento. Uma das lideranças da Oposição da cidade, Carlinhos de Chico externou sua preocupação em sua página no Facebook com a situação, em especial pelos cuidados necessários no transporte das crianças após uma visita no local e ouvir diversos relatos de revolta de moradores que contavam com o funcionamento da referida unidade escolar. O líder político ainda ressaltou a necessidade especial às crianças e afirmou que a medida coloca em risco o aprendizado das crianças

Do Blog Coisa Nossa Pernambuco


Nenhum comentário