a FREI DAMIÃO: A caminhada do frei, rumo a santidade | Blog Coisa Nossa

O BLOG DA TERRA DA ROMARIA! São Joaquim do Monte-PE-

FREI DAMIÃO: A caminhada do frei, rumo a santidade

Processo de beatificação e canonização de frei Damião tem etapas no Brasil e na Santa Sé. Palavra final caberá ao papa.



O processo de beatiticação e canonização normalmente é dividido em duas fases, a diocesana e a romana. As pesquisas para embasamento da documentação para tornar frei Damião um santo foram encaminhadas ao Vaticano em 2012. Em Pernambuco, a Arquidiocese de Olinda e Recife conduziu os trabalhos, que desde 2011 vêm sendo acompanhados pelo frei Jociel Gomes, postulador da causa de beatificação e canonização. O estudo diocesano terminou em maio de 2012. Em julho, foi entregue ao Vaticano. Em 2013, a documentação recebeu validação jurídica, pois estava de acordo com as orientações da Santa Sé.

Depois dessa etapa, o processo passará pela comprovação de milagres ocorridos ainda quando o religioso estava vivo, etapa considerada “romana”. Foram enviadas ao Vaticano histórias de pessoas com doenças graves que conseguiram a cura. Os casos citados à cúpula da Igreja Católica estão sob sigilo e só serão revelados após a comprovação. A documentação e as pessoas beneficiadas com graças serão examinadas por uma junta médica brasileira e italiana. Somente após a ciência declarar inexplicável a cura das enfermidades, o frade capuchinho será considerado beato. Para que o capuchinho se torne santo, será preciso ainda a comprovação de um novo milagre, ocorrido já após a beatificação.

Dentro do processo, já foi apresentado um documento Positio, de defesa da causa. Escrito em duas partes, o texto traz uma biografia do frade e descreve suas virtudes, sua fé, esperança e caridade, com base em testemunhos. Para elaborar o material, a Arquidiocese de Olinda e Recife contou, como exige o Vaticano, com a análise de uma comissão histórica. Esse grupo foi coordenado pela historiadora Sylvana Brandão, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), e composto por outros três historiadores que pesquisaram os 66 anos vividos pelo frade no Brasil.

Paralelamente a esse processo, também é realizado um estudo com uma comissão de teólogos, que, sob sigilo, avalia escritos deixados por frei Damião. São textos de sermões, alguns nem realizados, orações e mensagens. Enquanto o processo não for concluído pelo Vaticano, esse material não pode ser divulgado. “O Positio já foi aprovado. Agora, será impresso e entregue à comissão de teólogos do Vaticano, que deverá se reunir em 6 de fevereiro do próximo ano para dar um parecer. Depois disso passará por outra comissão, a dos bispos e cardeais. Esperamos que até o fim de 2019 tenhamos uma resposta”, explica o frei Jociel Gomes.

De posse dos documentos, o cardeal prefeito da Congregação da Causa dos Santos, Angelo Amato, deverá apresentá-los ao papa Francisco, a quem caberá declarar frei Damião venerável. Desse ponto em diante, começam estudos para comprovar novos milagres. A expectativa é de que até 2019 se tenha um veredito final e ele possa ser declarado beato. “A palavra que frei Damião dirigia era um bálsamo, um alívio para a população sofrida”, diz frei Jociel. E mesmo depois de morto, isso continua acontecendo. “Eu pego várias cartas que vem endereçadas a ele ainda hoje. Para as pessoas, frei Damião não morreu, está aqui no meio de nós, e isso é incrível”.

Blog Coisa Nossa Pernambuco
Com informações do Diario de Pernambuco.
Publicar no Google Plus

O Blog Coisa Nossa Pernambuco

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: