O BLOG DA TERRA DA ROMARIA! São Joaquim do Monte-PE-

ESPECIAL: A essência de um povo movido pela Fé.

As vezes decisões duras precisam serem tomadas para que um novo sentido seja dado as futuras ações. Nessa complexidade de sentimento, percebemos que a alma de um romeiro, o orgulho de um filho dessa terra e o desejo de voltar as ver as ruas lotadas no próximo ano serão as forças que guiaram a "Juazeiro de Pernambuco" no caminho de uma nova história.

Foto: José Batista Neto.


  "Só faz romaria quem acredita, porque ela é um evento movido pela fé". Assim diz o Padre Pedro idealizador de um dos maiores eventos religiosos no Nordeste do Brasil. O evento nascido em 1993 foi criado para homenagear um dos maiores ícones da fé católica no mundo, Frei Damião que escolheu o Brasil para viver uma peregrinação que durou 66 anos. O frade viajava de cidade em cidade levando uma mensagem de fé e de esperança aos corações do sofredores e que encontravam na fé o porto de seguro para qualquer jornada que fossem travar.

 Este ano não irá acontecer a Romaria do Frei Damião em São Joaquim e isso chocou não só os moradores da cidade, mas também milhares de romeiros espalhados pelo país. A não realização do encontro dos romeiros de Frei Damião, não é, e não pode ser considerada o fim de uma história; afinal de contas, ela irá acontecer em 2018 com a graça de Deus e a fé que todos os anos leva mais 400 mil romeiros a lotarem as ruas e ladeiras da cidade que fica encravada no coração do Agreste Pernambucano.

 Os motivos que levaram ao cancelamento da romaria em 2017, são vários. São problemas que devem ser solucionados e  que precisam de um tempo para que sejam pensadas as melhores formas de entregar no próximo ano um evento ainda melhor para quem vinher  até o município. O Santuário de Frei Damião, no alto da serra, será fechado e passará por uma reforma, que pretende oferecer um espaço melhor para os fieis da Mãe das Dores. Além disso é necessário que a cidade passe por mudanças e comece a oferecer uma estrutura que atenda e acolha os romeiros de Frei Damião. Talvez seja essa a hora de São Joaquim do Monte, começar a ganhar e a se desenvolver a partir do turismo religioso.

Foto: José Batista Neto.
 Outro ponto que é positivo em tudo isso é que o cancelamento da Romaria mexeu com o coração dos São Joaquinenses. Agora todos puderam sentir o tamanho da importância da Romaria do Frei Damião para todos, incluindo evangélicos e ateus. Para quem nasce em São Joaquim do Monte, a romaria é algo que movimenta a cidade em vários aspectos, entre eles podemos citar: o social, que mexe com a referência e a identidade da cidade. O Cultural, por se tratar de um evento que apresenta atrações de cunho regional (grupos folclóricos, apresentações artísticas e shows), além do religioso, que é o ponto alto do evento. Não é a toa que mais de 450 mil romeiros estiveram na cidade em 2016.

Fieis na Praça de Evento em 2016 | Foto: Antônio Oliveira
 A partir de tudo o que podemos perceber com o cancelamento, chegamos a conclusão de que a Romaria é além de um evento, ela é a essência de um povo. Mais para que ela aconteça é preciso a união, é preciso trabalhar e fazer por ela aquilo o que ela sempre faz por milhares. Precisamos dar para a romaria o cuidado e a importância necessária. Não cabe somente a Igreja Católica e aos Governos, mas a toda população. Todos têm lutar e trazer as ruas uma romaria de todos, onde os comerciantes ganhem os seu dinheiro,  a cultura seja valorizada, a cidade ganhe investimentos que beneficiem a todos e principalmente seja aquilo que nos temos de maior valor.

Somos todos um rebanho de romeiros, que ganhamos de Frei Damião a missão de levar a palavra de Deus ao corações. Somos todos a Romaria, somos todos parte de um evento movido pela fé.




Blog Coisa Nossa Pernambuco
Sala de Leitura - Especial Romaria.
Por: Antônio Oliveira.
Publicar no Google Plus

O Blog Coisa Nossa Pernambuco

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: