O BLOG DA TERRA DA ROMARIA! São Joaquim do Monte-PE-

Camocim registra situação de extrema pobreza, apontam estatísticas

 De acordo com o IBGE/2014, possui 3.567 pessoas vivendo em situação de extrema pobreza

Severino Bezerra Neto

A todo momento, procuramos sempre estar atentos aos problemas existentes em Camocim de São Félix. Ontem, fui buscar informações sociais, pelo sítio do Ministério de Desenvolvimento Social e Combate a Fome com o objetivo de obter respostas e cobrar dos Órgão Públicos a implementação de políticas públicas de combate a estes problemas.

Camocim, com uma população de 18.138 habitantes, de acordo com o IBGE/2014, possui 3.567 pessoas vivendo em situação de extrema pobreza, ou seja, com até R$ 2,33 por dia ou menos de R$70,00 mensais. Fica explícita a necessidade de políticas públicas por parte da Prefeitura de Camocim para incluir essa parte da população, oferecendo-lhe condições mais dignas de vida. 
Através de estatísticas precisas, o desenho exato da distribuição da pobreza por todo o território urbano, sobretudo, os 20% de sua população situada abaixo da linha de pobreza, atinge 2.826 pessoas na área urbana, e.na Zona Rural, 741 pessoas em extrema pobreza.
Por Faixa Etária, a população que mais sofre, são as com idade entre 20 e 39 anos, pela inexistência de Políticas Públicas voltadas para a Juventude, totalizando 1.038 pessoas em extrema pobreza, e as crianças entre 5 e 14 anos, com 1017 pessoas.

Esses dados deveriam servir de orientação para as políticas públicas a serem desenvolvidas pelo município, sobretudo, no que tange ao planejamento de ações voltadas especificamente para essas camadas. O fato é que há necessidade de respostas mais consistentes e com maior agilidade, seja na geração de emprego e renda, mas também na oferta de serviços públicos capazes de garantir condições minimamente dignas de vida e do exercício da cidadania, nas localidades mais necessitadas.

Ontem pedi permissão e deixei uma pergunta para que as pessoas pudessem dizer se conseguiriam viver com o valor de R$ 2,33 por dia. Algumas pessoas responderam e logicamente é quase que impossível. Quase, porque existem pessoas e bem próximos a nós vivendo nesta triste realidade e muitas vezes desconhecemos esse problemas, razão pela qual venho expor essa análise.
Agora imaginem vocês, viver com R$ 2,33 por dia e ter que pagar aluguel, fazer feira, comprar medicamentos, comprar uma roupa e pagar uma conta de água, por exemplo. Viver com menos de R$ 70,00 (setenta reais) por mês e ainda ter problema com falta de medicamentos nos postos de saúde, falta de saneamento básico, sem lazer, sem habitação, sem segurança, dentre outros de igual importância, por causa do distanciamento do Poder Público. 

Torcemos para que a Prefeitura de Camocim, saia do discurso, do papel e volte a administração em ações integradas das Secretarias Municipais, através de Políticas Públicas. Como faz falta aquelas Cestas Básicas e as Habitações Populares prometidas em palanque. Como faz falta aqueles empregos fábricas e fábricas prometidas. Como faz parte as ações voltadas para o homem e a mulher do campo, que em outrora produziam e vendiam em feiras. Poderíamos, em caso de cumprimento das promessas, ter esses números bastante reduzidos.
Publicar no Google Plus

O Blog Coisa Nossa Pernambuco

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: